Prejuízo de R$ 75 mil a um cliente é devido a desvios por agência de intercâmbio

Image result for agencia de intercambio

O prejuízo ficou por conta do consumidor que acabou arcando com valores extras, após ter contratado agência de intercâmbio fraudulenta.

Cursar na High School na Austrália foi durante muito tempo o sonho das irmãs Fernanda e Gabriela Mendonça, gêmeas de Minas Gerais. Cursar nesta escola é o equivalente a cursar o ensino médio no Brasil, porém o ensino de lá é muito mais conceituado.

O pai das garotas, José Alfredo Mendonça, um cirurgião-dentista fez contato com uma agência de intercâmbio a fim de realizar o sonha das filhas. Mas o que não estava incluído neste sonho, era o fato de que a agência tivesse conduta fraudulenta, levando o cliente arcar com despesas de R$ 150 mil, sendo a metade disso prejuízo.

A agência contratada foi a Artha Intercâmbio e Turismo, que está situada em Belo Horizonte/MG. A agência está sendo acusada de ter desviado grande parte do dinheiro destinado a viagem das irmãs, sendo que a responsabilidade da matrícula também ficou por parte da agência, mas as estudantes não foram matriculadas.

“A falta de pagamento ocasionou um atraso de 19 dias no embarque das minhas filhas, forçou uma renovação de vistos e gerou muitas despesas complementares”, diz o pai das garotas.

Após muita negociação com a agência de intercâmbio, o cirurgião conseguiu que a agência arcasse com a responsabilidade do valor da matrícula das meninas. Logo após isso, as meninas embarcaram rumo ao destino na Austrália, mas os problemas só estavam no começo.

Em solo australiano a agência descumpriu o que estava combinado no contrato e colocou as irmãs em situação de risco. “Elas foram assaltadas. Uma sofreu um acidente na praia, precisou ser hospitalizada e a única pessoa que podiam contar era comigo. De longe e de madrugada, por causa do fuso horário e de mais de 15 mil quilômetros de distância, eu tinha que ter controle da situação e não deixar que percebessem a gravidade do problema”, explica o pai das garotas.

A família processou a agência e o processo está em tramitação na Justiça. O pai das meninas faz um alerta muito importante:

“Não tive o cuidado de pesquisar. A escolha foi realizada somente através da simpatia com a proprietária da empresa no momento da entrevista. Um erro grave que resultou não só em problemas financeiros, mas também em desgaste emocional”, diz o pai das garotas.

 

October 9, 2017

Posted In: Recentes