Morre ex-presidente da OAB, Rubens Approbato Machado

Morreu nesta quinta-feira (17/11) o ex-presidente da OAB-SP, Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo, Rubens Approbato Machado. Informações alegam que o ex-presidente morreu na capital paulista, sendo a causa da morte ainda não informada por nenhum familiar. No entanto, o corpo foi enterrado no Cemitério Gethsêmani, por volta das 16 horas, na Zona sul da cidade de São Paulo.

Rubens Approbato Machado, que é natural da cidade de São Paulo, foi presidente da OAB entre 1998 e 2000, e depois foi nomeado presidente do Conselho Federal no ano de 2001 e 2003. Em sua trajetória, ele passou pela ESA – Escola Superior da Advocacia, onde foi diretor, além de ter se destacado dentro do mercado esportivo, sendo vice-presidente da FPF – Federação Paulista de Futebol no ano de 1992 a 2002, e conselheiro vitalício do time paulista Corinthians. Teve ainda uma passagem bem marcante no STJD – Superior Tribunal de Justiça Desportiva, onde foi integrante nos anos de 2004 a 2012.

O ex-presidente da OAB era conhecido pelos amigos e colegas próximos como uma pessoa de boa índole que lutava em prol da cidadania. Foi assim que Cláudio Lamachia, presidente atual do Conselho Federal da OAB, disse lamentar a morte de Approbato: “o Brasil perde um grande homem. Nossos sentimentos pela irreparável perda deste grande brasileiro, destacado defensor da advocacia e da cidadania e exemplo a ser seguido por todos nós.” Lamachia enfatiza que o ex-presidente da OAB foi um homem de exemplo a ser seguido para todas as pessoas de bem.

Outro amigo e conhecido de Approbato, Luiz Flávio Borges D’Urso, disse: “Approbato cumpriu sua missão e nos deixa um legado, um exemplo que o torna inesquecível, imortal.” Luiz Flávio é conselheiro federal e aliado político na OAB. Suas palavras são sem dúvida de conforto aos que sofrem com a perda de Approbato, e ele também destaca as qualidades do ex-presidente, afirmando que suas ações foram extremamente importantes, sendo assim elas serão de caráter eterno.

Approbato não deixa apenas a saudade, ele deixa seus feitos e suas realizações enquanto vivo. Dentre as suas condecorações, ele recebeu: a comenda de “Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho” em 1992, pelo Tribunal Superior do Trabalho, o colar do “Mérito judiciário” em 1993, pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, e outra comenda do “Mérito da Ordem dos Advogados Portugueses“, no ano de 2004.

Rubens era formado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, e era especializado nas áreas de Direito Tributário e Ciência das Finanças. Nasceu em Ribeirão Preto, no ano de 1933, e morreu aos 84 anos de idade.

Veja a nota dada pela OAB-SP sobre o falecimento de Rubens Approbato Machado.

 

 

March 17, 2017

Posted In: Recentes